Energia


Visão
de impacto

Contribuir para a transição energética na América Latina para matrizes mais sustentáveis, seguras e inclusivas que sirvam de base para uma nova economia.

Agenda comum
de ação
  • Estimular a participação e o debate informado sobre uma visão energética de longo prazo que fortaleça o planejamento energético e valorize os aspectos socioambientais na elaboração de políticas públicas de energia.
  • Promover marcos regulatórios que facilitem a incorporação de energias renováveis não convencionais e a eficiência energética, possibilitando a diversificação da matriz e a segurança energética.
  • Incentivar o acesso à energia de qualidade, por meio de tecnologias limpas, eficientes e modernas para setores excluídos, visando que a América Latina cumpra a meta proposta pelas Nações Unidas de acesso universal a energia até 2030.

Máximo Pacheco, ministro da Energia do Chile, ao lado de Annie Dufey, secretária executiva de Energia2050, e o Comitê Consultivo de Energia 2050 durante sua terceira reunião de trabalho realizada em janeiro de 2015. Foto: Cortesia do Ministério de Energia do Chile.
Chile elabora sua política energética de maneira participativa

Durante 2014, a Oportunidade de Impacto Energia da Avina conseguiu incidir nas decisões políticas do governo do Chile, que decidiu criar uma política energética para 2050 e convocou diferentes atores interessados: empresas, sociedade civil, universidades, associações de consumidores, entre outros. A iniciativa, chamada Energia 2050, utilizou o trabalho desenvolvido pela Avina e seus parceiros nos últimos cinco anos na Plataforma Cenários Energéticos Chile 2030  (EE2030).


Chile

Vozes de impacto


Rodrigo Castillo

Gerente geral da associação Empresas Eléctricas. Membro do Comitê Executivo da Plataforma Cenários Energéticos Chile 2030 e do Conselho Consultivo Energia 2050


Annie Dufey

Jefa de División Prospectiva y Política Energética del Ministerio de Energia, Gobierno de Chile. 
Secretaria Ejecutiva de Energia 2050


Francisca Rivero

Avina no Chile

Uso racional e eficiente da energia na Argentina: protagonista de uma matriz limpa, segura e sustentável

A Fundação Vida Silvestre (FVSA), com apoio e acompanhamento da Avina, apresentou o relatório “Cenários Energéticos 2030 com políticas de eficiência” contendo um conjunto de ações de alto impacto na economia de energia.   O interesse gerado pelo relatório resultou na criação do Fórum de Uso Responsável e Eficiente da Energia.


Argentina
Vizinhos do bairro Vaqueros, na cidade de Salta, Argentina, montam cozinhas solares com voluntários do Citibank.

Principais parcerias 2014

Videos

Publicações