Estratégia para
o Bioma Amazônico


Visão de
impacto

Alcançar o reconhecimento da Amazônia como bem público e fator de desenvolvimento e benefícios, incentivando os cidadãos a participarem dos espaços onde as decisões de interesse público são tomadas, a buscarem soluções com a participação de diversos atores, e a reproduzirem práticas e mensagens de conservação do Bioma Amazônico.

Agenda comum
de ação

Plataformas Pan-Amazônicas: articular atores em redes e parcerias que conduzam a inovação social a uma escala que possibilite a realização de mudanças duradouras por meio de medidas de proteção social e ambiental.

Transparência florestal: utilizar a capacidade existente e os acordos de governança entre os diferentes atores para tomar decisões com informações precisas, visando prevenir, monitorar e discutir as causas do desmatamento.

Gestão territorial: consolidar, gerenciar conhecimento, reproduzir e fortalecer modelos bem sucedidos e sustentáveis para transformar as agendas comuns de ação em realidade.

 


Noruega e Peru assinam Declaração Conjunta para proteger e conservar a Amazônia

Na Cúpula sobre o Clima realizada em Nova Iorque, em setembro de 2014, Peru, Noruega e Alemanha assinaram uma Declaração Conjunta de cooperação para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.



Perú
Cambio Cimático : Herramientas de Impacto

Vozes de impacto


Gustavo Suárez de Freitas


Tasso Azevedo


César Gamboa


Zoraida Sánchez

Avina no Peru

Aprovação do Plano de Desenvolvimento Municipal em Concepción, Bolívia, pelo bem-estar de seus habitantes

Após um processo participativo, foi aprovado em Concepción, na Bolívia, o Plano de Desenvolvimento Municipal, uma ferramenta que orienta de maneira estratégica o desenvolvimento municipal em longo prazo e direciona o investimento público municipal para melhor o bem-estar de seus habitantes.


Bolivia
Membros da comunidade de Concepción, Bolívia, trabalhando em seu Plano de Desenvolvimento Local. Foto: cortesia da Fundação Amigos de la Naturaleza (FAN), da Bolívia.

Principais parcerias 2014

Avina Americas

Desde 2009, a Avina Americas participa da Estratégia para o Bioma Amazônico como administradora fiscal dos fundos de investimento conjunto da Fundação Skoll. Em 2014, foi iniciado um trabalho com consultores externos para avaliar a gestão e impacto dos seis anos de parceria.

Em 2014, a Avina Americas assumiu a administração de uma contribuição estratégica por parte da Fundação Gordon and Betty Moore para apoiar o processo de elaboração de estimativas de emissão de gases de efeito estufa no Peru.

Videos

Publicações